MORADA - Contos de Pandora


O ano é 2020. Vivemos em uma época de pandemia – em quarentena decretada para nos protegermos do vírus COVID-19 que já matou milhares de pessoas em todo o mundo. Não é ficção, apesar de muitas pessoas duvidarem de sua mortalidade (em contraposição com os dados alarmantes das organizações de saúde).


Trancados em nossas casas; saindo apenas para tratar de necessidades essenciais à manutenção da vida, o mundo exterior é encarado com medo e dúvidas.


Para afastar os fantasmas do desconhecido, ponho-me a ler. Recebi em casa – através do correios – o livreto de contos de terror de Giovanna Rubbo e Malu Paixão, denominado “Morada”, publicado recentemente. Com o presente macabro veio um tabuleiro Ouija e um aglomerado de visitas sombrias...



Recebi com a obra diversas companhias em forma de personagens assustadores, como uma velhinha de um conto incrível e criativo; trechos de “No Casarão”, de Lila Ripoll (com QR Code apontando par um vídeo com uma performance do texto); pude refletir nas sombras com o conto “O último bolero” – curto, mas que nos leva a viagens profundas ao nosso inconsciente; fiquei temeroso com os relatos de “Cuidados com o lar” – que, na obra, explica que o banheiro é o local onde convergem as más energias da casa e durante o sono ficamos vulneráveis; relatos preocupantes em “Expurgo”, explicando que deixar a louça suja à noite é perigoso (lembrando que estamos em quarentena, e isso é prática comum para quem fica em casa a maior parte do tempo); maravilhei-me com a indicação, performance e trechos das escritoras (e atrizes) em relação ao livro “A Assombração da Casa da Colina”, de Shirley Jackson – uma autora por quem tenho grande admiração; e como eu poderia não mencionar a filosofia perfeita do conto “O que as paredes contam”, com seu mistério envolvendo histórias de personagens em que cada um tem a sua versão – e, portanto, várias verdades nos escondem a verdadeira história de um assassinato!


O livro ainda vem com advertências sobre o manuseio do tabuleiro Ouija, prevenindo-nos de eventuais “acidentes” com o sobrenatural, dando dicas para evitarmos visitas indesejadas de assombrações quando o objeto não está em uso.


E nestes tempos difíceis, de vírus e mortes, respiro mais aliviado ao ver Giovanna e Malu (tão vivas!) através de vídeos reproduzidos pelas QR Codes impressas nas páginas desse livreto. É o terror trazendo alento à alma, com histórias que nos envolvem pela presteza de suas narrações.


Esse kit maravilhoso – “Morada” – é distribuído pelas próprias autoras. E quem tiver interesse pode falar direto com elas através do Instagram: @contosdepandora



10 visualizações
Circulo Soturnos Logo Coruja.png

SIGA-ME

  • Facebook
  • Instagram

© Sr. Arcano - SITE OFICIAL DO AUTOR - Todos os direitos reservados.